mudando de assunto...

Veio o cara da telefonica aqui em casa hj.... veio bem rapido, a telefonica tá com um atendimento nota dez, claro que grande parte se deve a TelSul (eu já fiz entrevista lá tb hahahaha)... anyway, o cara veio aqui e NADA... ainda bem q teve um chiadinho, meio fraquinho mas teve.... e ele acha que é o speedy e agora vem um cara até amanha pra trocar o filtro de linha...
mais uma coisa FELIZ 95 ANOS TIME MAIS MARAVILHOSO E AMADO DO MUNDO... CORINTHIANO SOFRE MAS É APAIXONADO PELA CAMISA (que eu ainda não comprei hahahaha)
Me ligaram pra uma pesquisa amanha, legal, uma graninha que vai entrar...

Uma boa idéia

Estava vendo o SPTV, e finalmente tiveram uma boa idéia. Estou falando da prefeitura, que não faz obras faraonicas como o Maluf e a MarTAXA mas q não anda fazendo nada tb. A ABRAVEST mandou pra eles uma proposta de colocar "patrocionio" nos uniformes, pequenos, não como os de futebol, mas ai a prefeitura vai economizar muuuuuuuito e pode investir em outras coisas, como mais vagas (espero que essa grana não seja desviada)... e claro, tb querem q acabe a centralização e que cada escola possa escolher o uniforme, e quem vai usar (por exemplo, no colegial ninguem mais quer)... muito boa essa proposta... com o dinheiro do uniforme eles podem construir TRINTA escolas... é muito dinheiro que pode ser melhor utilzado..
Claro que tem gente que é contra, falando que criança não é lugar de propaganda, mas é melhor ter mais crianças na escola assim do que uniformes "brancos" e criança analfabeta... Esse mesmo assunto saiu na Folha de São Paulo de ontem...

(...)José Serra (PSDB), decidiu permitir que os uniformes escolares da rede pública municipal de ensino tenham propagandas.
Segundo a proposta, em troca da publicidade, as empresas vão bancar a compra das roupas dos 900 mil alunos beneficiados.
(...) com os R$ 70 milhões que gasta por ano com as roupas, fará mais escolas. "Eu estou favorável desde que isso não agrida as crianças", disse Pinotti.
O promotor da Infância e da Juventude Vidal Serrano disse que o órgão acompanhará a mudança e afirma não haver irregularidade, desde que não haja exagero na propaganda. O Estatuto da Criança e do Adolescente proíbe que os menores sejam expostos a situações vexatórias.
(...)De acordo com Chabad, os locais destinados à propaganda nos uniformes provavelmente serão nas duas mangas da camisa e na coxa da perna direita. "O prefeito viu e achou muito sutil."
De acordo com Pinotti, a prefeitura vetou propagandas de cigarros e bebidas e terá de aprovar todos os patrocinadores.
O presidente do Sinpeem (Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo), Cláudio Fonseca, disse ser contrário à utilização de propagandas nos uniformes escolares.
"Os alunos não devem ser usados como outdoors." Segundo Fonseca, a economia que a prefeitura vai conseguir com a medida não é justificada. "Existem recursos orçamentários destinados a este fim", disse.