A cirurgia

Bom, como eu tinha dito muitas novidades, e resolvi começar pela cirurgia.

Ano passado descobri que estava com um nódulo na tireóide com mais de 2cm. Tinha que operar de qualquer maneira.... fui no Dr. Riad Younes, que é fodão nesse tipo de cirurgia... Ele disse que não tinha muito jeito, que pela cara o nódulo tinha cara de ser maligno (câncer).. então, dia 4 de janeiro eu fui operar...

Pra falar a verdade eu tava mais preocupada com o meu trabalho novo (próximo post) do que com a cirurgia... que correu muito bem...

Pra quem não sabe a Tireóide produz 2 hormônios chamados T4 e T3. Quando esses hormônios estão "me baixa" no corpo o hipotálamo laça o TSH (um estimulante da tireóide) para ela produzir mais hormônio... Falando de uma maneira bem simplista, quando se tem pouco T4 e/ou T3 a doença é hipotireoidismo e quando se tem em excesso é hipertireoidismo.

Os hormônios da tireóide são responsáveis pelo nosso metabolismo (mais lento ou mais acelerado) e por nivelar outros sistemas tb. Quem tira a tireóide tem que tomar, para o resto da vida, o T4 sintético, este é o meu caso.

Bom, agora o segundo passo é, para mim, o mais chatos de todos... cirurgia em si eu tiro de letra... agora tenho que tomar uma dose de iodo radioativo.

Isso pq alguma célula do tumor pode ter se "desprendido" e estar "vagando" pelo meu corpo (que bacana né?)... então eu tenho que fazer o seguinte tratamento...

Parar de tomar o T4 e tomar o T3. Desta forma meu hipotálamo vai ficar louco e mandar um monte de TSH pro meu corpo.

As células do tumor (espero que elas não existam) são da tireóide. então ela ficam loucas quando chega o TSH nelas. para formar o T4 as células precisam de Iodo... e ai que entra a "mágica"

eu vou ficar 15 dias sem comer nada que tenha iodo.. o problema é que comemos "sal iodado" ou seja, eu tenho que comer tudo com um sal "especial" (que na verdade é o sal verdadeiro) sem iodo. Depois desse tempo e depois de parar o T3 tb as possíveis células de câncer vão estar "mortas de fome", morrendo por iodo...

Ai eu vou no hospital e tomo uma dose de iodo com radiação. Se existir alguma dessas células elas vão "chupar" todo o iodo mas, como o iodo será radioativo, ela serão torradas pela radiação...

Ai entra o drama 2... tenho que ficar no hospital até o nível de radiação do meu corpo baixar... pq eu não posso sair por ai "radioativa"...

Ou seja... ficar sem tomar o hormônio que regula meu metabolismo + dieta super restritiva + ficar trancada no hospital sem contato com nenhum ser vivo = espero que livre deste problema pra sempre...

Bom, é isso... minha internação será dia 19/04...