Fotos Show Kiss - Part I

1a parte de fotos do Show do Kiss, de ontem dia 07/04/2009

Eric Singer - Gene Simmons - Paul Stanley - Tommy Thayer
















Kiss empolga fãs paulistanos com show pirotécnico

MELHOR SHOW DA MINHA VIDA!!! Prometo que quando eu tiver formçar para raciocionar eu conto como foi.... por enquanto segue a reportagem da uol e fotos aqui

Após uma espera de 10 anos, o exército de fãs paulistanos do Kiss teve a chance de rever a banda norte-americana de hard rock no show que aconteceu na noite desta terça-feira (7), na Arena Anhembi, em São Paulo, para um público de cerca de 38 mil pessoas.

Com um repertório baseado no álbum ao vivo "Alive!", (1975) acrescido de sucessos da fase mais significativa da obra do Kiss, entre 1974 e 1983, o show foi marcado tanto pelos elaborados efeitos visuais -como explosões de fogo e membros da banda "voando" com a ajuda de cabos - quanto pela participação intensa da platéia, que cantou junto do começo ao fim do espetáculo.


A partir das 20h o público que chegava ao local pôde ver a banda de hard rock paulistana Dr. Sin. Pouco inspirado, ainda que tecnicamente competente, o show de abertura só conseguiu animar os presentes na última música, "Futebol, Mulher e Rock and Roll".

Eis que, às 21h35, uma gigantesca bandeira do Kiss cobriu a visão do palco e o público, ansioso, vibrou ao ouvir os primeiros acordes de "Deuce", que emendada com "Strutter" (ambas do primeiro álbum, "Kiss", de 1974) fez o Anhembi vir abaixo. Tudo isso, é claro, com a ajuda nada discreta das explosões de fogo no palco, cujo ruído complementava as baquetadas poderosas do baterista Eric Singer.

O repertório da maior parte do show, calcado nos primórdios da carreira do Kiss foi feito para funcionar muito mais com fãs de carteirinha do que com apreciadores mais casuais. Surpreendentemente, isso não fez diferença e mesmo faixas menos celebradas, como "Parasite" e "100.000 Thousand Years" foram recebidas com entusiasmo pelo público.

Outro ponto positivo foi o entrosamento da formação atual. Além do carisma e presença de palco invejáveis dos dois membros fundadores, o baixista e vocalista Gene Simmons e o guitarrista e vocalista Paul Stanley, o Kiss conta atualmente com o baterista Eric Singer e o guitarrista Tommy Thayer.

Singer, talvez o melhor baterista da história da banda, tecnicamente falando, realizou a proeza de fazer um solo de bateria sem entediar o público. Já Thayer, que aprendeu seu ofício tocando numa banda cover do Kiss, conseguiu ao mesmo tempo emular com perfeição o guitarrista original Ace Frehley e deixar, com elegância e discrição, sua marca pessoal nos arranjos.

Depois de 1h30, a primeira parte do show, baseada no álbum "Alive!" terminou às 23h05 com "Rock and Roll All Nite", de longe o ponto alto do show até então. Foi o prenúncio do que viria a seguir: um bis feito apenas de clássicos.

Apesar de mais curta, este segundo ato foi a parte mais animada da apresentação. Depois de um breve intervalo, o Kiss voltou ao palco para agradecer, hasteando a bandeira brasileira. Seguiram com uma seqüência de sucessos como poucas bandas podem se dar o luxo de emendar.

Entre temas imortais do rock pauleira como "Shout it Out Loud" e "I Love it Loud" o público paulistano celebrou massivamente até mesmo a polêmica "I Was Made For Lovin' You", que quando foi lançada em 1979 foi amaldiçoada pelos fãs mais radicais por causa de sua batida disco.

A banda também aproveitou este momento para exibir mais efeitos especiais. Se Gene Simmons, que após cuspir sangue falso "flutuou" para cima dos refletores com o auxílio de cabos de aço, Paul Stanley usou o mesmo artifício para "voar" sobre o público em "Love Gun".

Até que o São Paulo se despediu da banda às 23h45, após "Detroit Rock City" ser entoada em uníssono pelos 38 mil presentes. Com repertório bem escolhido, execução perfeita e efeitos especiais impressionantes, o Kiss mostrou mais uma vez que sabe fazer valer cada centavo gasto pelos fãs e que, após 35, anos, continua definindo com sua mistura de decibéis e diversão despretensiosa o que um show de rock deve significar.

SETLIST:

"Deuce"
"Strutter"
"Got to Choose"
"Hotter Than Hell"
"Nothin' to Lose"
"C'mon and Love Me"
"Parasite"
"She"
"Watchin' You"
"100,000 Years"
"Cold Gin"
"Let Me Go, Rock 'n' Roll"
"Black Diamond"
"Rock and Roll All Nite"
BIS:
"Shout It Out Loud"
"Lick It Up"
"I Love It Loud"
"I Was Made for Lovin' You"
"Love Gun"
"Detroit Rock City"